Monica Davey / EPA

O CEO da Apple, Tim Cook

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico.

De acordo com os cálculos da Bloomberg Billionaires Index, o património líquido do CEO da Apple ultrapassou os mil milhões de dólares à boleia do crescimento da empresa.

As ações da Apple valorizaram 5% na semana passada, tendo agora a empresa um valor de mercado na ordem dos 2 biliões de dólares, precisa a emissora norte-americana CNN, que dá conta que cada ação da empresa vale cerca de 451 dólares.

Em 2011, ano em que Steve Jobs, um dos fundadores da Apple, faleceu, a empresa estava já nas mãos de Cook e tinha um valor de 350 mil milhões de dólares.

Bloomberg frisa que a estimativa do património líquido de Cook está baseada nos números de mercado da Apple, bem como seus ganhos próprios com a venda da ações.

Contudo, em meados de 2015, o CEO da Apple disse que pretendia doar a maior parte da sua fortuna oriunda de ações da gigante tecnológica, avaliada em milhões de dólares. Caso as doações tenham sido feitas e não divulgadas, a fortuna de Cook pode ser mais pequena do que aquela que é apontada pela Bloomberg.

As cinco maiores gigantes tecnológicas norte-americas – Apple, Amazon, Alphabet, Facebook e Microsoft – têm atualmente avaliações de mercado equivalentes a cerca de 30% do PIB dos Estados Unidos, quase o dobro comparativamente a 2018.


Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

four × 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.