Logo paivense
Logo paivense

Navigator antecipa subsídio de Natal e dá prémios aos trabalhadores em ano de lucro de 20 milhões

Navigator Paper / Facebook

A empresa portuguesa Navigator.

A empresa portuguesa Navigator anunciou que vai pagar os subsídios de Natal mais cedo e distribuir prémios pelos trabalhadores. Decisão que surge em ano de pandemia, mas quando a empresa se apresta para divulgar um lucro da ordem dos 20 milhões de euros.

O anúncio da Navigator é feito num comunicado distribuído às redacções, onde a empresa portuguesa refere que vai antecipar o pagamento dos subsídios de Natal dos trabalhadores, além de pagar outros benefícios como as férias não gozadas, as folgas acumuladas e uma “gratificação extraordinária”.

O montante que a Navigator vai gastar com esta decisão ronda os 10 milhões de euros no total, segundo os dados da própria empresa.

A empresa produtora de papel destaca que estas medidas visam “apoiar” os seus 3.200 funcionários e as respectivas famílias “num período difícil que a economia do país atravessa”, sendo também uma forma de reconhecer “o esforço comum e o desempenho durante a pandemia”.

A empresa já costuma distribuir benefícios anuais da ordem dos 25 milhões de euros pelos seus trabalhadores, com seguros de saúde, de vida, fundos de pensões, subsídios de infantário e de livros escolares, nem como bolsas de estudo e subsídios para filhos portadores de deficiência.

A Navigator vai apresentar, nesta terça-feira, os resultados relativos ao terceiro trimestre deste ano. Os especialistas económicas vaticinam que a empresa deverá ter um lucro a rondar os 21 milhões de euros, o que constitui “uma queda homóloga de 61%, mas uma subida face aos 13,4 milhões de resultados positivos registados no trimestre anterior”, como vinca o Jornal de Negócios.


Fonte: ZAP