Alguns destes moradores, residentes em três torres na freguesia de Santo António dos Cavaleiros, foram notificados pela seguradora Fidelidade de que os seus contratos de arrendamento não iriam ser renovados e que teriam 120 dias para entregar as chaves do imóvel.

Esta comunicação gerou um sentimento “de pânico” nos moradores, que, entretanto, criaram uma comissão e pediram ajuda à Junta de Freguesia local, à Câmara Municipal de Loures e aos partidos com assento parlamentar.

Contudo, ao início desta noite, após uma reunião com membros da comissão de inquilinos e da Câmara Municipal de Loures (distrito de Lisboa), o administrador da Fidelidade Property, Miguel Santana, garantiu aos jornalistas que a intenção da seguradora “não é despejar ninguém”.

“Falar numa ação de despejo não é correto. A Fidelidade não está a mover qualquer ação de despejo. O que nós neste momento estamos a fazer é uma oposição à renovação automática [dos contratos] para fomentar o diálogo com cada um dos inquilinos”, ressalvou.

Miguel Santana referiu que a seguradora enviou até ao momento oito cartas (num universo de 126 inquilinos) e que prevê o envio de mais sete até ao final do primeiro semestre deste ano.

“Destes oito que enviamos são contratos celebrados após 2015. São contratos de três anos e que as partes assinaram e já sabiam que eram três, renováveis de dois em dois. Desses dois em dois vamos analisando se mantemos as condições de renda”, apontou, ressalvando que o interesse da Fidelidade “manter sempre as torres “com razoáveis níveis de ocupação”.

No entanto, estes esclarecimentos da Fidelidade não satisfez a comissão de inquilinos que promete “continuar a lutar para alterar a lei das rendas”.

“Saímos desta reunião com a sensação de que estão a sentir a pressão e estão a mudar um pouco a história. Não estão a gostar desta luta e dos contornos que tem ganho, mas de concreto ainda não temos nada. Vamos lutar porque isto é uma questão política e tem de ser discutido politicamente. Esta lei tem de mudar”, afirmou Ana Oliveira, porta voz dos inquilinos da Fidelidade de Santo António dos Cavaleiros.

Na quarta-feira, esta comissão vai ser recebida na Secretaria de Estado da Habitação e no dia 09 pela assessora do Presidente da República.

Lusa

Fonte: SIC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.