Início Castelo de Paiva ADEP lança manifesto e informativo sobre Ponte Centenária de Pedorido

ADEP lança manifesto e informativo sobre Ponte Centenária de Pedorido

o Movimento de Defesa da Ponte Centenária de Pedorido indagou os Srs. Presidente e Vice Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva no sentido de darem um esclarecimento sobre a ponte centenária de Pedorido.

O Movimento de Defesa da Ponte centenária de Pedorido lançou um manifesto e nota informativa sobre a situação do encerramento da Ponte Centenária ao trânsito motorizado.

Abaixo, leia nota informativa da Associação de Estudo e Defesa do Património Histórico e Cultural de Castelo de Paiva (ADEP Paiva)

Nota Informativa

Caros concidadãos.

Na ausência de qualquer informação à população por parte da Câmara Municipal, sobre as razões que levaram ao recente encerramento da Ponte Centenária a todo o trânsito motorizado, o Movimento de Defesa da Ponte Centenária de Pedorido indagou os Srs. Presidente e Vice Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva no sentido de darem um esclarecimento sobre as seguintes questões:

• Quais as reais condições de segurança da Ponte Centenária de Pedorido?• esta medida foi tomada por indicação de que entidades e com base em que dados?

• Tendo sido assinado em junho de 2018, um contrato de aquisição de serviços, com vista a realizar os procedimentos necessários para a elaboração de um projeto de execução para a remodelação e reforço da Ponte Centenária de Pedorido, este projeto já está finalizado e nas
mãos do executivo camarário?

• o executivo camarário já tem fonte de financiamento para as referidas obras de remodelação e reforço da ponte?A estas questões Senhor Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, Dr. Gonçalo Rocha,
através dos serviços camarários, enviou-nos o seguinte esclarecimento, que transcrevemos na integra:

“O Município de Castelo de Paiva adjudicou externamente a prestação de serviços para elaboração do projeto de execução para remodelação e reforço estrutural da ponte velha de Pedorido.

O projeto de execução foi já apresentado na Câmara Municipal, estando nesta altura a aguardar a emissão de pareceres por parte das entidades da administração central, necessários para a sua aprovação posterior.

Tendo-se verificado recentemente queda de gravilha do tabuleiro da ponte foi determinada a realização de uma vistoria conjunta, por parte de técnicos da Câmara Municipal e do Gabinete autor do projeto de execução referido, na qual se concluiu que a queda da gravilha se deve à deterioração por corrosão localizada de uma chapa metálica que integra a plataforma do tabuleiro da Ponte. Sendo um elemento secundário da estrutura, não consubstanciava um problema de estabilidade global.

Não obstante, esta situação, veio reforçar a necessidade de se manter interdita a circulação na ponte. Nesta fase estão a ser efetuadas diligências tendentes ao enquadramento da intervenção em linhas
de financiamento comunitário.”

O Movimento Continuará a diligenciar junta de todas as entidades no sentido da preservação deste património. Não esquecendo que ADEPaiva elaborou em 19-06-2015 um processo de pedido de classificação da Ponte rodo-ferroviária de Pedorido à Câmara Municipal de Castelo de Paiva e até hoje não existe resposta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

15 − 10 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.