Início Medicina Bebé sem rosto: Caso de negligência médica em Portugal torna-se num escândalo...

Bebé sem rosto: Caso de negligência médica em Portugal torna-se num escândalo internacional

COMPARTILHAR

O caso do bebé Rodrigo, que nasceu a dia 7 de outubro no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, está a causar não apenas espanto e comoção, mas a resultar em grande discussão sobre negligência médica até mesmo a nível internacional.

Chamado de “o bebé sem rosto” pela imprensa portuguesa, Rodrigo nasceu sem os olhos, nariz e parte do crânio. O hospital está a ser acusado de negligência médica porque o obstetra que acompanhou toda a gravidez não detetou as más-formações durante a gestação e para além disto também exercia a profissão apesar de ter quatro processos disciplinares abertos.

Apesar de médicos darem ao bebé uma previsão de poucas horas de vida, Rodrigo agora já está com dez dias. No entanto, o futuro do bebé é incerto, dados os problemas decorrentes da má formação.

O Ministério Público está a investigar o caso, após uma denúncia apresentada pela mãe de Rodrigo.

O caso se tornou num escândalo internacional. No Brasil, o caso está a ser veiculado na grande imprensa e foi notícia no UOL, maior portal da América Latina.

Durante a gestação, os pais foram atendidos pelo mesmo obstetra em uma clínica particular, onde foram realizadas três ultrassonografias, mas em nenhuma delas o especialista percebeu as más-formações no feto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

three × three =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.