Início Notícias Está a ganhar peso durante a quarentena? Atendimento telepresencial com nutricionista pode...

Está a ganhar peso durante a quarentena? Atendimento telepresencial com nutricionista pode ajudar

O Dr. Leone Gonçalves aponta as principais vantagens e benefícios da liberação da teleconsulta pelo Conselho Federal de Nutrição como forma para atender os pacientes durante a pandemia do coronavírus.

Em virtude do confinamento e da pandemia do coronavírus, o atendimento telepresencial, também conhecido como teleconsultas ou teleatendimento, pode ajudar a manter a saúde e a boa alimentação em tempos de quarentena, a favorecer aqueles que buscam um melhor qualidade de vida, saúde e boa forma.

No seguimento do Plano de Contingência para prevenção e contenção da propagação do novo coronavírus (COVID-19), a Ordem dos Nutricionistas informou em comunicado que suspendeu todas as iniciativas agendadas e passa a prestar apoio aos membros apenas via virtual, interrompendo, por tempo indeterminado, o atendimento presencial.

Em Portugal, Brasil, nos Estados Unidos e alguns dos países da UE, o atendimento telepresencial já é uma realidade há alguns anos, mas agora com a pandemia do covid-19, ter orientação profissional no que diz respeito a nutrição durante a quarentena, resultou em grande procura destes profissionais neste período de confinamento.

Dr. Leone Gonçalves, respeitado nutricionista, influenciador digital e preparador físico, é um dos profissionais que começou a colocar em prática o teleatendimento: “tanto pacientes que faziam acompanhamento comigo como novos, que tomaram conhecimento desta possibilidade agora, estão aderindo em massa a esta modalidade. Com a liberação, tenho aumentadas as minhas possibilidades de acompanhamento o que também aumenta a efetividade do trabalho desenvolvido com cada um.”

Dr. Leone Gonçalves

Benefícios

O nutricionista revela quais são as principais vantagens e ganhos: “O nutricionista é o profissional capaz de avaliar o estado nutricional de cada indivíduo, recolher informação acerca da dieta alimentar, história clínica, alergias ou intolerâncias alimentares e eventuais queixas gastrointestinais. Perante esta informação e com a possibilidade da teleconsulta é possível apoiar quem está do outro lado da tela do computador no planeamento de objetivos (de peso, composição corporal, marcadores clínicos) e determina necessidades nutricionais individuais que resultam na elaboração de um plano alimentar personalizado, adequado às necessidades, mas também às preferências e limitações de cada indivíduo que vão permitir que cada um alcance seus objetivos mesmo na quarentena.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

four × two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.