Início Coronavírus Jornal dinamarquês recusa-se a pedir desculpas à China por ilustração: “não está...

Jornal dinamarquês recusa-se a pedir desculpas à China por ilustração: “não está errado”

O jornal dinamarquês “Jyllands Posten” negou-se a pedir desculpas à China pela publicação de uma charge com a temática do coronavírus que provocou a ira da embaixada da China na capital dinamarquesa.

Assinada por Niels Bo Bojesen, a charge mostra uma bandeira chinesa e, no lugar das tradicionais estrelas amarelas na parte superior esquerda, há desenhos que representam claramente o novo coronavírus.

A embaixada da China na Dinamarca classificou a charge de “insulto à China, que fere o povo chinês”. Segundo as autoridades chinesas em Copenhague, o desenho superou o “limite ético da liberdade de expressão”. A embaixada exigiu do jornal e de seu cartunista “uma desculpa pública ao povo chinês”. Contudo, a resposta que receberam dos mesmos é que não haveria pedido de desculpas, já que acreditam não terem cometido erro:

“Não podemos nos desculpar por algo que não achamos que está errado. Não temos a intenção de humilhar, nem de brincar, e não acreditamos que o desenho tenha”, declarou hoje o editor do jornal, Jacob Nybroe, na página da versão digital do veículo.

Recorde-se que a China está a ser acusada por líderes mundiais como Donald Trump de negligência por ter escondido por quase duas semanas o surto de coronavírus do resto do mundo e também de ser responsável pela pandemia do covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

two × two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.