Reprodução / MF Press Global

A pandemia do novo coronavírus mudou as dinâmicas e rotinas de vida de boa parte da população mundial. Este será o primeiro dia das mães em que muitas cidades estarão experimentando um lockdown total, confinando famílias inteiras às suas casas e fazendo com que as celebrações desta data sejam bem diferentes do que estamos acostumados. Contudo, para as mães, homenageadas deste segundo domingo de maio, as mudanças têm sido muito profundas desde o início da quarentena e têm levado muitas a pedir por um momento de paz e sossego.

A arquiteta e influenciadora digital Rafa Brasileiro é esposa do também arquiteto Alex Brasileiro e mãe de dois filhos. Ela tem relatado através das redes sociais os desafios que surgiram com o isolamento social, necessário para reduzir o contágio com o covid-19: “A quarentena nos trouxe imensos desafios. Eu cuido de duas crianças em casa e trabalho como arquiteta, atualmente em Home office junto com o meu marido. Mesmo que o Alex me ajude muito, e ele realmente me ajuda com isso muito acima da média, existem tarefas que recaem para a mãe, que precisa ser a mulher a fazer. Existem pais maravilhosos mas são as mães que absorvem as principais demandas domésticas, algo que naturalmente é cultural no Brasil. Com as crianças em casa as mães estão sobrecarregadas não apenas destes cuidados com a casa e as crianças mas também com o trabalho.”  

Presente ideal: um bunker

Rafa Brasileiro resolveu então propor que os filhos dessem de presente às suas mães um bunker, figurativamente, que seria um espaço de isolamento onde elas pudessem ficar sozinhas por um instante: “Em geral as mães têm um papel de equilíbrio na família e para isso precisa estar com o emocional protegido para manter o equilíbrio da família. Por isso, eu propus a brincadeira dos filhos presentearem suas mães com um lugar para elas poderem se recolher e ter um momento só delas em casa. Pode ser uma rede, as vezes uma poltrona apenas, mas aquele espaço ser um espaço protegido e só dela. Lembro que no meu caso, quando meus filhos eram bem pequenos, ir ao banheiro era libertador porque meu momento no banho era um instante em que não teria nenhum dos dois me chamando a toda hora.” 

Reprodução / MF Press Global

Ela aponta como isto pode ser benéfico para as mães, que neste momento precisam descomprimir para se manterem bem diante da crise: “ter um cantinho em casa mais isolado que me permita um momento de meditação, de desestressar, um lugar só meu sem as crianças é fundamental, porque por mais que a gente ame os nossos filhos tem horas que a gente tem vontade de sair correndo (risos). O maior presente que uma familia pode dar para uma mãe nesse domingo é dar a oportunidade de cada uma delas ter o seu momento, o seu espaço e a sua oportunidade de descompressão.” 

Mãe Multitarefa 

Além dos desafios do Home office e de cuidar das tarefas de casa, a quarentena trouxe também um desafio a mais no que diz respeito à educação dos filhos: “Agora nós temos que assumir também a tarefa do homeschooling, ajudando as crianças a estudar online. Os professores passam as tarefas e nós temos que nos virar para ensinar, para descobrir como as coisas funcionam, matérias que a gente já não lembrava da nossa época de escola.”

Desafio #suacasalinda 

E se você quer presentear a sua mãe e arrumar um cantinho com a cara dela, a arquiteta preparou uma série de 7 vídeos que ajuda qualquer pessoa a deixar sua casa mais linda, independente de como ela esteja hoje. O desafio consiste em dicas super práticas, dadas pela profissional, pra transformar qualquer espaço: “Vai que você quer dar de presente um ‘bunker’ pra sua mãe, transformando um cantinho da casa só pra ela. No desafio ensinamos como tornar os cômodos da casa mais aconchegantes e trazer mais conforto para toda a família.” 

Pra acessar os vídeos basta acessar: www.grupobora.com.br/desafiosuacasalinda

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

one × 1 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.