Logo paivense
Logo paivense

Os humanos vão ter um nariz diferente quando viverem em Marte

Marta Flisykowska, investigadora e designer polaca, desenvolveu o projeto Who Nose para se aventurar como poderiam os narizes mudar se os humanos vivessem em Marte.

A especialista estima que o clima do Planeta Vermelho e o seu ambiente poderiam afetar a forma do nariz humano.

Para mostrar as suas teorias, a artista criou três modelos com uma impressora 3D e publicou os seus argumentos num artigo no Journal of Science and Technology of the Arts. No YouTube, Flisykowska publicou um vídeo explicativo do possível processo de mudança do nariz.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=7cnn1f6tynk?feature=oembed&w=700&h=394]

O nariz humano já se alterou várias vezes durante a evolução, adaptando-se ao clima. Por exemplo, um nariz baixo e largo é típico da adaptação a climas quentes e húmidos durante séculos. Já um nariz estreito e alto é comum entre pessoas que vivem em áreas secas e frias. Se outros planetas forem colonizados, o nariz irá adaptar-se ao clima do novo território, assumindo que as pessoas irão respirar sem a ajuda de dispositivos.

Ao visualizar como o nariz humano se vai adaptar ao clima marciano, a autora teve em conta a caraterísticas mais importantes do clima do Planeta Vermelho: temperaturas baixas, uma atmosfera que deixa passar mais luz solar que a atmosfera da Terra e a baixa pressão, devido à qual o som se propaga a uma menor distância do que no Planeta Azul.

Portanto, os narizes humanos vão ter de se adaptar de forma que aqueçam o ar, protejam-se do sol e aumentem o volume do som. Flisykowska criou três modelos de narizes.

O primeiro seria um nariz fino – para aquecer o ar – e com dois pares de narinas para facilitar a prática de relaxamento e reduzir o stress do ambiente hostil. O segundo nariz seria plano para se proteger do sol. O último nariz teria “saia” especial que melhoraria a circulação do ar e agiria como uma caixa de ressonância para a voz.

Flisykowska sublinha que os narizes dos seres humanos em Marte não serão necessariamente assim, e, se forem, isso ocorrerá depois de um longo período de tempo, já que as condições do planeta implicam o uso de capacetes e microfones para a comunicação.

Além disso, a respiração direta na atmosfera só será possível após um processo de terraformação – ou seja, a modificação da atmosfera, temperatura, topografia e ecologia de um corpo celeste sólido – bem-sucedido. Este processo deverá mudar significativamente o clima e a atmosfera do planeta.