Início País OLX diz que anúncio de venda de peças de helicóptero do INEM...

OLX diz que anúncio de venda de peças de helicóptero do INEM é falso

COMPARTILHAR

Tiago Petinga / Lusa

Depois de ter sido noticiada a venda, no site OLX, de peças do helicóptero que caiu em Valongo este sábado, o responsável da plataforma online garantiu, esta terça-feira, que as imagens do anúncio são falsas.

Esta terça-feira, o Instituo Nacional de Emergência Médica (INEM) anunciou que foram furtadas peças do helicóptero que se despenhou, este sábado, em Valongo, e que foram colocadas à venda na Internet. Partes do Agusta A109S surgiram à venda no OLX, tendo o anúncio sido, entretanto, retirado.

“Temos as situações identificadas e, a seu tempo, vamos fazê-las chegar ao Conselho Diretivo para que sejam tomadas as medidas que forem entendidas como as adequadas”, disse à Lusa fonte do gabinete de relações públicas do INEM.

Com o título “Peças destroços helicóptero INEM”, o anúncio fazia referência a venda de “bocados da hélice, vidro e o logótipo do INEM“, ao preço de 115 euros.

Em comunicado, a plataforma online de venda de produtos deixou claro que o anúncio em causa é “falso” e que não poderia estar publicado no site, uma vez que incluía “detalhes que não são opções possíveis de incluir no OLX, como é o caso da marca e modelo do helicóptero”.

Spas Slivkov, responsável em Portugal do OLX, disse ao SAPO24 que, depois de ter percebido que estavam a circular imagens falsas que envolviam o OLX, a equipa fez uma pesquisa no sistema para confirmar se o texto teria sido utilizado nalgum anúncio, tendo confirmado que nunca esteve disponível um anúncio com esta informação.

O INEM adiantou que a “decisão de avançar com uma queixa contra os autores quer do furto quer da tentativa de venda na Internet está adiada até à conclusão dos funerais das vítimas”.

A queda do helicóptero, no sábado, em Valongo, provocou a morte a quatro pessoas – dois pilotos, um médico e uma enfermeira.

A aeronave em causa é uma Agusta A109S, operada pela empresa Babcock, e regressava à sua base, em Macedo de Cavaleiros, Bragança, após ter realizado uma missão de emergência médica de transporte de uma doente grave para o Hospital de Santo António, no Porto.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 + 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.