Início Ambiente Criação de novo centro orientado para as smart cities em debate numa...

Criação de novo centro orientado para as smart cities em debate numa conferência em Lisboa

COMPARTILHAR

Representantes de empresas ligadas à inovação e ao setor público vão participar num debate, na terça-feira, em Lisboa, para debater a importância das cidades inteligentes e a possibilidade de criação de um novo centro de competências, numa conferência organizada pela plataforma Portugal Agora.

Esta iniciativa, segundo um comunicado da organização a que o ZAP teve acesso, visa abordar as tendências na gestão urbana, as tecnologias de informação e as suas aplicações, soluções para a sustentabilidade ambiental, eficiência energética e mobilidade, num momento em que as ‘smart cities’ estão na agenda da União Europeia (UE).

“A tecnologia atual apresenta-nos possibilidades de inovar na gestão urbana de forma nunca antes vista”, explicou Carlos Sezões, coordenador do Portugal Agora.

Essa inovação, continuou, pode ser aplicada no planeamento de espaços, numa maior conectividade entre pessoas e instituições, na busca de soluções que maximizem a eficiência energética, na gestão de resíduos e sustentabilidade ambiental, em novos modelos de mobilidade urbana e mesmo na alavancagem da uma cidadania mais ativa.

“Todas estas dimensões se conjugam nas chamadas ‘smart cities’”, frisou.

Para o responsável do projeto, “governar é tomar opções e definir uma estratégia, é decidir o que fazer e o que não fazer. Parece-me, pois, que criar condições para uma maior atratividade e qualidade das nossas cidades devia ser um desígnio para a próxima década”.

O tema em discussão encerra “notório potencial”, com a expectativa que o mercado global de ‘smart cities’ alcance mais de 1,5 triliões de dólares até 2020, entre projetos embrionários e experiências mais consolidadas, lê-se no comunicado.

Estudos recentes estimam mais de 600 projetos de cidades inteligentes a nível global até ao final da presente década. Muitas são iniciativas de “refundação” inteligente de cidades com séculos de história – como Santander, Barcelona ou Amesterdão -, a par da construção de cidades de raiz, acrescenta o documento.

Com início às 17:30, o evento “Cidades Inteligentes – Um novo centro de competências em Portugal?”, que se realiza no Jupiter Lisboa Hotel, em Lisboa, conta com Inês Ferreira (Altice Portugal), José Gonçalo Regalado (Millennium BCP), Miguel Pinto Luz (Câmara Municipal de Cascais), Nuno Piolty de Almeida (Samsung Electronics Portugal) e Luís Bravo Martins (IT People Group).

Os oradores vão explorar questões relacionadas com o papel da tecnologia e da inovação, processos de gestão urbana, sustentabilidade, atratividade e qualidade de vida das cidades e a possibilidade de criar um novo centro de competências em Portugal.

TP, ZAP //

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

thirteen − 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.