Logo paivense
Logo paivense

Pedro Dias rompe silêncio e defende-se em tribunal

O homem que é suspeito de ter morto três pessoas em Aguiar da Beira em outubro de 2016, Pedro Dias, falou esta quinta-feira no tribunal da Guarda.

Em três meses de julgamento o suspeito nunca se tinha prenunciado em tribunal mas hoje deu a sua versão dos factos. Pedro Dias alegou que andava armado porque já teve “problemas com os cães”.

Segundo o Jornal do Centro, Pedro Proença, “causídico dos militares vítimas do arguido, pediu pena máxima e considerou que a prova de acusação estava feita e que tudo o que Pedro Dias possa dizer seria apenas ‘fait-diver'”