Logo paivense
Logo paivense

Pedro Nuno Santos reúne com sindicatos da TAP em dezembro (dias antes do fim do prazo de Bruxelas)

Mário Cruz / Lusa

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, vai reunir com os sindicatos sobre a reestruturação da TAP no início de dezembro. Porém, o ministro não divulga a agenda.

De acordo com o semanário Expresso, os sindicatos vão encontrar-se com a administração da TAP no final da próxima semana antes de reunir com o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos.

Os representantes dos trabalhadores têm-se queixado de falta de informação e de participação no processo de construção do plano de reestruturação.

O Expresso nota que, quando os sindicatos da TAP reunirem com o ministro, irá faltar menos de dez dias para o fim do prazo que Bruxelas deu à TAP para apresentar um plano de reestruturação e de viabilidade da companhia na direção da concorrência europeia (DG Comp). Assim, não deverá haver muito espaço para negociação.

Este mês, os sindicatos saíram frustados e preocupados das reuniões técnicas que tiveram com a BCG Consulting, empresa que está assessorar a TAP no processo de reestruturação, e com Miguel Malaquias, o representante da administração e coordenador do projeto de reestruturação.

“A reunião decorreu sem a presença de nenhum elemento do Conselho de Administração ou da Comissão Executiva, facto que não podemos deixar de lamentar. A menos de um mês da apresentação do Plano à Direção Geral da Concorrência Europeia (DG Comp), contávamos que hoje nos fossem apresentadas as medidas concretas que decorrerão da implementação do plano de reestruturação”, disse o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo e Aviação Civil (SNPVAC), na altura.

Depois de várias rondas negociais, TAP e Estado chegaram a acordo e teve o caminho livre para a compra das participações sociais, direitos económicos e prestações acessórias de David Neeleman e da Azul, pagando 55 milhões de euros. Humberto Pedrosa mantém-se na companhia, com 22,5%. O negócio concretiza a posição de 72,5% do Estado na TAP.

No seguimento da aprovação pela Comissão Europeia de um auxílio estatal à TAP, o grupo aéreo procedeu a uma consulta no mercado para selecionar uma entidade que preste serviços de consultoria, no sentido de auxiliar na elaboração de um plano de reestruturação, a apresentar à Comissão Europeia.


Fonte: ZAP