Logo paivense
Logo paivense

Pfizer divulga resultados finais da vacina: tem 95% de eficácia e abrange idosos

ZAP / Rawpixel

A empresa farmacêutica Pfizer anunciou hoje que a sua vacina contra covid-19 tem uma eficácia de 95% a partir de 28 dias após a primeira dose, elevando a eficácia da vacina com base em resultados em testes já realizados.

“A eficácia foi constante segundo a idade, sexo, raça e etnia”, garante a Pfizer em comunicado, destacando que “a eficácia observada em adultos com mais de 65 anos foi superior a 94%”.

Na mesma nota, citada pela agência noticiosa EFE, a Pfizer refere que, nesta última fase três de avaliação, foram identificados 170 casos confirmados de covid-19, dos quais 162 foram detetados no grupo placebo, em comparação com oito a quem foram administrados a vacina. No total, mais de 41.000 pessoas participaram neste ensaio em todo o mundo.

Havendo luz verde da parte das autoridades de saúde para o uso de emergência, a vacina poderá começar a ser distribuída até final do ano.

Não foram encontrados efeitos secundários graves, com a vacina a ser bem tolerada pelos voluntários. Apenas 3,8% dos voluntários relataram fadiga e outros 2% tiveram dores de cabeça.

“Os resultados do estudo marcam um passo importante nesta histórica jornada de oito meses para conseguir uma vacina capaz de acabar com esta pandemia devastadora”, declarou Albert Bourla, o diretor executivo da Pfizer, em comunicado.

A vacina demonstrou-se eficaz de forma consistente em vários parâmetros, incluindo idade e etnia.