“A verdade é que aumentámos o salário mínimo em 2016, em 2017, este ano – e ficam já a saber que voltaremos a aumentá-lo em 2019”, garantiu António Costa.

No final do jantar do 45º aniversário do Partido Socialista, António Costa anunciou que o salário mínimo vai voltar a aumentar em 2019. Além disso, o primeiro-ministro e secretário-geral do PS considerou que o seu Governo derrubou o mito de que a competitividade económica se faz com baixos salários.

“A direita dizia que para Portugal recuperar competitividade era preciso baixos salários e fragilização dos direitos laborais. A verdade é que aumentámos o salário mínimo em 2016, em 2017, este ano – e ficam já a saber que voltaremos a aumentá-lo em 2019”, prometeu.

Durante o seu discurso, Costa lembrou que o seu Governo, quando foi formado, em Novembro de 2015, “teve de derrubar muros, tabus e mitos instalados” na política portuguesa, o primeiro dos quais de que era impossível um executivo suportado por uma maioria de esquerda.

Esse muro está hoje derrubado. Dois anos e meio depois a solução é estável, funciona e, sobretudo, cumpriu os compromissos com os portugueses”, disse, recebendo palmas da plateia.

Ao fim de dois anos e meio, defende o primeiro-ministro, o seu Governo “demonstrou que é possível sair das políticas de austeridade, fazendo uma boa gestão orçamental” e, por outro lado, “acabou com o complexo do bom aluno” que “está sempre em silêncio” perante a União Europeia.

Foi neste ponto que o secretário-geral do PS invocou a tradição “universalista” do partido fundado por Mário Soares na República Federal Alemã em 1973, mas também outros socialistas portugueses que assumem altos cargos internacionais.

“Hoje temos um socialista, português, que é secretário-geral das Nações Unidas. E temos ainda um português, socialista, que é presidente do Eurogrupo”, frisou.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

six + 7 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.