Início País Luís Montenegro suspeito de falsificação de documentos

Luís Montenegro suspeito de falsificação de documentos

COMPARTILHAR

PSD / Flickr

O ex-líder parlamentar do Partido Social Democrata (PSD), Luís Montenegro

Luís Montenegro, que nesta semana desafiou a liderança de Rui Rio no PSD, é suspeito de mais um crime no âmbito do chamado Galpgate. O Ministério Público está a investigá-lo também por falsificação de documentos, além do crime de recebimento indevido de vantagem.

Este dado é avançado pela revista Sábado no dia em que o PSD vive um dia decisivo, depois de Montenegro ter desafiado a liderança de Rui Rio. O partido vota nesta quinta-feira, no Porto, uma moção de confiança em Rio num encontro do Conselho Nacional.

O Ministério Público (MP) imputa a Montenegro, e também ao ex-líder parlamentar do PSD Hugo Soares e ao ex-deputado Luís Campos Ferreira, suspeitas de falsificação de documentos.

De acordo com a Sábado, os três sociais-democratas só terão pago as viagens feitas ao Europeu de Futebol de 2016 depois de o Galpgate ter estalado na comunicação social. O caso refere-se a viagens pagas pela Galp a diversas personalidades políticas, havendo suspeitas do crime de recebimento indevido de vantagem.

No caso de Montenegro, de Soares e Campos Ferreira, o MP acredita que terão falsificado documentos de modo a dar ideia de que tinham pago as viagens do seu bolso antes de o caso surgir nos média. Só que, na verdade, terão pago as viagens apenas depois disso, como destaca a Sábado.

Como prova destas alegações, haverá cheques que terão sido levantados em Agosto de 2016, mas cujas datas de emissão serão de Julho. A Sábado fala ainda do uso de cheques com o prazo de validade expirado.

A revista cita um despacho da juíza Cláudia Pina enviado à Assembleia da República, em Junho de 2018, solicitando o levantamento da imunidade parlamentar de Hugo Soares e de Campos Ferreira, como fonte da notícia. Nessa altura, Montenegro já tinha saído do Parlamento, mas será também visado nestas suspeitas.

Contactado pelo Observador para comentar estes dados, Montenegro revelou desconhecimento da notícia e recusou-se, assim, a comentar. Hugo Soares e Luís Campos Ferreira fizeram o mesmo.

Em Julho de 2018, Montenegro tinha garantido, numa entrevista à SIC Notícias, que pagou as viagens ao Euro 2016 na altura em que as fez.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

nine − two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.