Início Ciência Dos Açores para o Espaço, eis a Agência Espacial Portuguesa

Dos Açores para o Espaço, eis a Agência Espacial Portuguesa

Foi formalizada a 18 de março, mas só agora recebe a sua primeira apresentação ao público. Chegou a Portugal Space, a primeira agência espacial portuguesa.

A Portugal Space terá a sua sede na ilha de Santa Maria, nos Açores, onde será construída uma base de lançamento de microssatélites. No entanto, haverá também instalações na capital e noutros locais do país. A apresentação da primeira agência espacial portuguesa decorreu esta quinta-feira, no Teatro Thalia, em Lisboa, e contou com uma intervenção do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

A Agência espacial portuguesa foi criada para desenvolver o setor nacional do Espaço e promover e executar a estratégia portuguesa para o Espaço. Segundo o DN Insider, a Portugal Space tentará incentivar e gerir o desenvolvimento de infraestruturas, promovendo iniciativas e programas nacionais ligados ao Espaço.

O objetivo final passa por aumentar o investimento e o emprego qualificado, bem como a prestação de serviços ligados a ciências e tecnologias do Espaço.

Chiara Manfletti é a presidente e Luís Santos o vice-presidente. A Agência Espacial de Portugal está ligada à Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e é uma entidade de direito privado sem fins lucrativos.

Depois de aprovada em Conselho de Ministros, no início do mês, a conferência desta quinta-feira, contou com um debate entre peritos e líderes de empresas e instituições cientificas, com a moderação de Zita Martins, Astrobióloga, Professora do Instituto Superior Técnico e co-coordenadora do programa MIT Portugal.

Os termos para a constituição da Portugal Space foram aprovados em Conselho de Ministros e ficaram estabelecidos numa resolução que autorizou a FCT, onde funciona o Gabinete do Espaço, a associar-se à Agência Nacional de Inovação, a uma entidade da área da Defesa Nacional e a uma outra responsabilidade da Região Autónoma dos Açores, com a colaboração da Agência Espacial Europeia (ESA).

A partir dessa resolução chegou-se à constituição deste novo organismo espacial em 18 de março, sendo que esta quinta-feira o seu presente e futuro foi publicamente apresentado.

Segundo o Jornal Económico, espera-se que os primeiros lançamentos de pequenos satélites se iniciem na primavera ou no verão de 2021, após o contrato para a instalação e funcionamento da base ser assinado, em junho de 2019, com os consórcios vencedores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

eighteen − one =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.