Início Castelo de Paiva PSD Castelo de Paiva acusa Executivo Municipal de fraude e pede demissão...

PSD Castelo de Paiva acusa Executivo Municipal de fraude e pede demissão do presidente por processo dos terrenos da feira

O presidente Gonçalo Rocha e todo o Executivo Municipal Paivense foi alvo de graves acusações feitas pelo PSD de Castelo de Paiva acerca do processo dos terrenos da feira.

O PSD de Castelo de Paiva emitiu um comunicado de imprensa onde fez graves acusações ao atual Executivo Municipal, liderado pelo presidente Gonçalo Rocha, assim como ao PS (Partido Socialista) em relação ao processo dos terrenos da feira.

As acusações feitas pelo PSD vão desde falsificação de documentos e instrução de testemunhas até dizer que o presidente terá sido negligente, teimoso e que sua insistência deve custar aos Paivenses cerca de 50 mil euros em indemnizações e custas do tribunal: “Tudo isto acontece porque Gonçalo Rocha apostando nas suas falsas convicções, fez deste processo o seu cavalo de batalha da qual pretendia ser herói, mas no final, os mais de dez juízes (entre sentenças e recurso, até chegar a este acórdão final) vieram a provar que Gonçalo Rocha não tinha razão. É pois justo que, se Gonçalo sempre tomou as decisões pela sua própria convicção, agora seja o próprio a assumir o pagamento das custas do processo e não ponha todos os Paivenses a pagar pela sua teimosia”, refere o comunicado.

O Processo

Recorde-se que o referido processo começou há 20 anos, em Dezembro de 1999, quando estava a ser acusava a família do antigo presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, Paulo Ramalheira Teixeira, de vender um terreno que supostamente pertencia à Câmara para um privado. O processo correu no Tribunal de Castelo de Paiva durante 10 anos, a encerrar-se com a absolvição de Paulo Teixeira e sua família em 2010.

Contudo, em Abril de 2010, segundo relatos que constam no processo, o terreno terá sido invadido pela Câmara Municipal, que o limpou, derrubou muros e um tanque, o que fez com que o novo proprietário do terreno entrasse com nova ação contra a CM de Castelo de Paiva, que foi citada pelo mesmo como invasora da propriedade privada.

Agora, a Justiça determinou a condenação da Câmara Municipal também neste processo. Por este motivo, o PSD, oposição ao atual Executivo Municipal, emitiu comunicado de imprensa no dia 24 de Maio onde acusa os membros do executivo de falsificação de documentos, de apresentar depoimentos inverídicos e até mesmo de pagar 1200 euros para não ir a tribunal.

Até ao momento, a CM de Castelo de Paiva e o Partido Socialista não se pronunciaram acerca das acusações do PSD.

Pedido de Demissão

No comunicado, o PSD de Castelo de Paiva pede que o presidente Gonçalo Rocha demita-se: “Pague do seu bolso as custas do tribunal e se demita. Esta é para o PSD de Castelo de Paiva a única atitude que Gonçalo Rocha tem agora de tomar”, refere.

Leia o comunicado de imprensa do PSD na íntegra (carregue no link abaixo): https://paivense.pt/wp-content/uploads/2020/05/TERRENOS-DA-FEIRA-CHEGOU-AO-FIM-–-ACORDÃO-DA-RELAÇÃO-CONDENA-GONÇALO-ROCHA-E-O-PS-.pdf

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seventeen − 1 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.