Logo paivense
Logo paivense

Rui Rio faz levantamento do património do PSD

Carlos Barroso / Lusa

O líder do PSD, Rui Rio

Rui Rio, líder do PSD, quer fazer o levantamento do património do partido de forma a equilibrar as finanças do mesmo. O levantamento a nível nacional e nas regiões autónomas já está a decorrer.

Rui Rio quer saber qual o património do PSD. Para isso, já mandou fazer um levantamento sobre os imóveis que o partido tem a nível nacional e nas regiões autónomas e onde aloja todas as estruturas, entre as quais 19 distritais e dezenas de concelhias, avança esta terça-feira o Diário de Notícias.

Hugo Carneiro, secretário-geral adjunto social-democrata disse ao matutino que “o PSD encontra-se a tomar conhecimento do património que tem, o seu estado de conservação, num ato normal de gestão interna“, não tendo “em vista com esta ação qualquer medida de alienação do seu património”.

Fontes do partido justificaram esta medida com a necessidade de consolidar os dados dos ativos do PSD para contrabalançar com valor do passivo, que recentemente o também secretário-geral ajunto do PSD, Bruno Coimbra, relembrou que é de 14 milhões de euros.

No ano passado, o prejuízo do partido agravou-se 38%, para 2,48 milhões de euros, face a 2016, penalizado pelo impacto negativo de três milhões de euros das eleições autárquicas.

Segundo o jornal, em 2014, o PSD declarou à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) um património de 5,9 milhões em edifícios, outras construções e terrenos.

Fonte: ZAP