Na EB 2/3 de Cinfães há muito que a chuva traz consigo o problema das infiltrações. Por estes dias, em que os períodos de chuva se intensificaram, só os baldes e os panos foram suficientes para impedir consequências mais gravosas.

Há ainda salas onde a chuva cai e perturba significativamente as aulas lecionadas nos locais. O presidente da Câmara de Cinfães, Armando Mourisco, afirmou que “está feito um acordo de cooperação entre a Câmara e o Ministério da Educação, em breve lançaremos um concurso público para a colocação do telhado, quer na escola, quer no pavilhão gimnodesportivo”.

Recorde-se que a escola tem a sua gestão repartida em o Estado e a autarquia de Cinfães. A Câmara salienta que estas obras de maior dimensão têm de ser bem articuladas mas não é, de todo, possível resolver todas as situações ao mesmo tempo.

Portas e telhados novos serão uma promessa para o próximo ano letivo e o investimento deve custar mais de 350 mil euros.

LEIA MAIS: Costa anuncia que coimas relativas a limpeza de mato não serão aplicadas até junho

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

15 + two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.