No dia em que completaria 70 anos, D. António Francisco dos Santos, falecido em setembro do ano transato, foi homenageado na sua terra natal, na freguesia de Tendais, em Cinfães. A sua vida e a sua missão como Bispo das dioceses de Lamego (originário), Braga (auxiliar), Aveiro e por fim do Porto foram simbolicamente perpetuadas num monumento, inaugurado e benzido no dia 29 de agosto, através de uma cerimónia emotiva, que reuniu familiares, amigos, autarcas, bispos e sacerdotes.

A partida precoce de D. António Francisco dos Santos gerou a consternação geral em Cinfães, bem como nas dioceses onde no exercício das suas funções, espalhou uma mensagem humanista cristã, solidária e fraterna. Um Homem desta dimensão humana merece o reconhecimento de todos. Com esse intuito, a Paróquia de Santa Cristina de Tendais, a Câmara Municipal de Cinfães e a Junta de Freguesia de Tendais, prepararam uma homenagem a D. António Francisco dos Santos com a construção de um monumento evocativo de reconhecimento e de gratidão.

“Perpetuar um grande homem que nasceu em Tendais, Cinfães e que durante a sua vida teve sempre uma ligação afetiva muito forte a esta terra que o viu nascer e a estas gentes é o objetivo deste monumento”, sublinhou o presidente do Município de Cinfães, Armando Mourisco, acrescentando que “mais do que isso, foi alguém que deixou uma marca inolvidável por onde passou, pelo país, pelas dioceses onde esteve e é um orgulho tê-lo como Cinfanense. Ele que tanto amava esta Terra e estas gentes”.

O monumento foi projetado por Carlos Martins e é constituído por dois elementos: uma estátua em bronze, com dois metros de altura, da autoria do escritor Hélder de Carvalho, e uma base formada por quatro patamares e quatro painéis evocativos da ação desenvolvida por D. António Francisco dos Santos nas dioceses de Lamego, Braga, Aveiro e Porto. A estátua foi financiada pela Irmandade dos Clérigos do Porto, pela Associação Comercial do Porto (Palácio da Bolsa) e pela Santa Casa da Misericórdia do Porto. Os mecenas da base do monumento foram a Câmara Municipal de Cinfães e a Junta de Freguesia de Tendais.

A cerimónia iniciou-se com a celebração da Eucaristia, presidida pelo Bispo de Lamego, seguindo-se a inauguração e bênção do monumento. Entre o prelado estiveram os bispos de Braga, Porto, Aveiro, Lamego, bem como sacerdotes de várias dioceses e congregações, assim como muitos populares também quiseram participar nesta homenagem a D. António Francisco dos Santos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × three =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.