Início Economia Buscas em hospitais privados por suspeitas de concertação de preços na ADSE

Buscas em hospitais privados por suspeitas de concertação de preços na ADSE

COMPARTILHAR

Estão a ser realizadas buscas em nove entidades privadas do sector da saúde, da grande Lisboa, do Porto e do Algarve. A Autoridade da Concorrência (AdC) suspeita de concertação de preços nos acordos com a ADSE, o subsistema de saúde dos funcionários públicos.

Uma fonte da AdC adianta, em declarações à Lusa, a realização das buscas em nove entidades, mas escusa-se a revelar as razões das diligências ou os nomes dos envolvidos.

A SIC Notícias apurou que estão em causa os hospitais da Luz, Lusíadas e CUF, e que há suspeitas de cartel nos acordos com a ADSE.

A ADSE tem estado no centro da atenção mediática e política nos últimos meses. Em Fevereiro passado, a José de Mello Saúde (que gere os hospitais CUF) e o Grupo Luz Saúde anunciaram que iam suspender os acordos com a ADSE, devido ao desagrado pela forma como são regularizados os pagamentos por parte do Estado. O grupo Lusíadas acabou por fazer o mesmo anúncio. Essas suspensões não se confirmaram depois de negociações com o Governo.

As suspeitas que originaram as buscas agora anunciadas prendem-se com a “coincidência de datas” entre “o momento em que as três entidades anunciaram que iam cessar os acordos com a ADSE e, depois, aquele em que anunciaram que os iam retomar”, como apurou o Observador. A “proximidade no tempo” das decisões dos diferentes grupos levantou suspeitas da “possibilidade de concertação entre as empresas”, para “pressionar” a ADSE, acrescenta a publicação.

A AdC limita-se a notar que estão em causa suspeitas de “práticas anti-concorrenciais lesivas da liberdade de escolha do consumidor“, conforme nota enviada à TSF.

A Divisão de Investigação Criminal da PSP também está a colaborar na investigação.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × three =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.