Início Economia Alemanha insiste: carros elétricos poluem mais do que os carros a diesel...

Alemanha insiste: carros elétricos poluem mais do que os carros a diesel ou gasolina

A Alemanha tem sido nos últimos tempos o palco de uma campanha de desacreditação do carro elétrico. Esta história acaba de ganhar mais um capítulo.

COMPARTILHAR

Um estudo realizado por algumas instituições académicas prestigiadas de investigação da Alemanha levantou o coro de contestação em relação aos carros elétricos. De acordo com a investigação, os carros elétricos são mais poluentes do que veículos alimentados por combustíveis fósseis.

Agora, a Alemanha emite um documentário onde enfatiza que os carros elétricos podem ter um impacto ambiental maior do que um carro a diesel ou a gasolina. Segundo este estudo, todo o processo de elaboração do elétrico, considerando também as fontes de alimentação, são mais poluentes.

Christoph Buchal, professor da Universidade de Colónia, refere que o processo de extração dos componentes que dão forma à bateria do carro elétrico – como o lítio, o cobalto ou o manganês – fazem com que as emissões na produção do veículo sejam superiores à que emite um equivalente a gasóleo ou a gasolina durante a sua vida.

De acordo com o Pplware, este estudo levantou uma onda de contestação que levou vários especialistas a pronunciarem-se. Segundo os que defendem esta teoria, neste processo é requerida a mobilização de grandes quantidades de água, havendo também o uso de produtos químicos para a separação dos componentes. Algo que tem, de acordo com o documentário, causado grandes efeitos sobre a população local e o gado.

Desta forma, para níveis de autonomia semelhantes, a conclusão é que os carros elétricos terão maior impacto no que toca a emissões. Mas nem todos estão de acordo.

Os defensores dos elétricos seguram-se em argumentos como a limpeza do ambiente em torno destes veículos, o silêncio, a durabilidade dos materiais e a ausência de fluidos igualmente poluentes. No entanto, de acordo com o Pplware, contra estes elétricos são apontados argumentos que mostram a dependência energética que resulta da combustão do carvão, da combustão do lignite, da energia nuclear e de outras fontes, entre elas as renováveis.

Ouro argumento a favor prende-se com o facto de haver cada vez mais energia renovável na Alemanha. Esta disponibilidade pode permitir que um carro elétrico seja recarregado de maneira mais limpa, e permitirá também que as instalações dedicadas à produção das baterias sejam alimentadas de maneira mais sustentável.

O estudo referia um outro argumento que se prende com a grande produção de lítio originária de países sul-americanos. Desse modo, era apontado que as comunidades indígenas sofrem com a exploração. Contudo, a maior parte deste mineral vem de minas na Austrália.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

14 + five =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.