Início Economia China impõe sanções aos EUA por causa de lei de apoio aos...

China impõe sanções aos EUA por causa de lei de apoio aos direitos humanos em Hong Kong

COMPARTILHAR

Kim Hee-Chul / EPA

A China vai suspender as visitas da Marinha dos Estados Unidos (EUA) a Hong Kong e impor sanções a várias organizações não-governamentais norte-americanas na sequência da promulgação de uma lei de apoio aos direitos humanos e à democracia na região, foi anunciado esta segunda-feira.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, promulgou na quinta-feira uma resolução de apoio aos direitos humanos e à democracia em Hong Kong, aprovada pelo congresso. Esta prevê sanções contra as autoridades chinesas por violações dos direitos humanos e põe em causa o estatuto comercial que Hong Kong beneficia.

Segundo noticiou o Observador, na opinião do governo chinês, a promulgação desta lei tratou-se de um “comportamento despropositado”.

“A China insta os Estados Unidos da América a corrigirem os seus erros e a pararem com quaisquer palavras ou ações que interfiram nos assuntos internos em Hong Kong e na China”, declarou esta segunda-feira Hua Chunying, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, citada pela Associated Press.

“As organizações merecem ser sancionadas e devem pagar um preço”, declarou Hua Chunying, garantindo que existem “factos e evidências que deixam claro que estas organizações não-governamentais apoiam [as forças] anti-China” e “incitam atividades separatistas pela independência de Hong Kong”.

A porta-voz acusou-as ainda de terem “grande responsabilidade na situação caótica de Hong Kong”.

No domingo, milhares de manifestantes voltaram a concentrar-se em Hong Kong, levando a novos confrontos com a polícia, que disparou gás lacrimogéneo e fez algumas detenções. De acordo com a Reuters, centenas de pessoas marcharam em direção ao consulado norte-americano para agradecer o apoio dos últimos meses.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

eighteen + 3 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.