Início Castelo de Paiva Incentivos à Natalidade serão alargados em Castelo de Paiva

Incentivos à Natalidade serão alargados em Castelo de Paiva

A destacar a utilidade desta medida social, o presidente da CM de Castelo de Paiva realçou a sua importância para desejada fixação de jovens no concelho, enquadrado no objectivo de melhorar a qualidade de conforto e bem-estar à nascença.

Na sequência da implementação da medida social de Incentivo à Natalidade, aprovada pela Câmara Municipal de Castelo de Paiva, em Março de 2016, e que tem sido muito bem acolhida pela população, foi recentemente aprovada a alteração do Regulamento Municipal em vigor, nomeadamente no que reporta ao artigo nº 2, alínea g)  que passa a ter a seguinte redacção, “  Rendimento mensal “ per capita”  máximo elegível até duas vez o IAS “, potenciando o objectivo de alargar as possibilidades do incentivo, ajudando a contrariar o ciclo demográfico do concelho.

A destacar a utilidade desta medida social, que já beneficiou cerca de 432 famílias paivenses, encaminhadas pelos serviços da Acção Social da autarquia, o presidente da CM de Castelo de Paiva realçou a sua importância para desejada fixação de jovens no concelho, enquadrado no objectivo de melhorar a qualidade de conforto e bem – estar à nascença, na sua alimentação e higiene, através da garantia da disponibilização aos progenitores de um conjunto básico, mas essencial, de bens destinados aos recém -nascidos até aos 2 anos de idade, ao mesmo tempo, a aproveitar para dar conta do enquadramento demográfico do concelho, referindo–se à problemática do envelhecimento da população e à diminuição da taxa da natalidade.

Gonçalo Rocha quer alargar os incentivos à natalidade em Castelo de Paiva

Gonçalo Rocha evidencia o interesse desta medida social, como forma de combater o desequilíbrio demográfico, no seio de uma população cada vez mais envelhecida, e ao mesmo tempo ajudar as famílias, tentar travar a emigração e potenciar alguma melhoria para a economia local, destacando que, na implementação desta medida foi alargado o âmbito da acção, sendo que, não será apenas famílias carenciadas que serão beneficiadas, mas também a classe média, que segundo a autarquia tem sido tão desprotegida nos últimos anos.

A autarquia aproveitou para destacar também, o papel dos parceiros no apoio e fornecimento de produtos que promovam uma melhor saúde e uma melhor qualidade de vida, ajudando a encontrar respostas eficazes para ajudar ao aumento da taxa da natalidade,  garantindo assim uma ajuda aos pais no acesso a determinados bens e serviços, nomeadamente a aquisição de produtos para o bebé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

thirteen + 12 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.