Logo paivense
Logo paivense

Chuveiros são a causa mais provável de surto de ‘legionella´ na CUF Descobertas

Os chuveiros ou as torneiras são a origem mais provável do surto de ´legionella` no Hospital Cuf Descobertas, em Lisboa, que infetou até ao momento seis pessoas, anunciou hoje a diretora-geral da Saúde.

Graça Freitas falava em conferência de imprensa sobre o surto que atingiu este hospital privado.

Apenas um dos seis casos confirmados é de um doente que apresenta várias patologias, não sendo os restantes “nem muito idosos nem muito frágeis”, disse.

Segundo Graça Freitas, os chuveiros são a fonte mais provável do surto, ou as torneiras, embora estas sejam “menos prováveis”.

Os primeiros quatro casos de ‘legionella’ foram conhecidos no domingo e os restantes comunicados hoje pelas autoridades.

A bactéria ‘legionella’ é responsável pela doença dos legionários, uma forma de pneumonia grave que se inicia habitualmente com tosse seca, febre, arrepios, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade respiratória, podendo também surgir dor abdominal e diarreia. A incubação da doença tem um período de cinco a seis dias depois da infeção, podendo ir até dez dias.

A infeção pode ser contraída por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água ou por aspiração de água contaminada. Apesar de grave, a infeção tem tratamento efetivo.