Um grupo de 83 multimilionários de sete países escreveu uma carta aberta onde instam os seus governos a aumentar os impostos sobre os mais ricos, de forma a que possam ajudar na recuperação da crise provocada pela pandemia.

Na carta aberta, os 83 multimilionários dos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Nova Zelândia, Alemanha, Dinamarca e Holanda, pedem que lhes sejam aplicados impostos mais avultados, considerando ser este o único caminho para apoiar a recuperação da economia mundial depois da crise provocada pela pandemia cujos efeitos poderão prolongar-se durante muitos anos.

“À medida que a covid-19 atinge todo o mundo, milionários e bilionários como nós têm um papel importante a desempenhar no mundo”, lê-se na missiva assinada por nomes como Abigail Disney (produtora de filmes), Jerry Greenfield (um dos fundadores da Ben and Jerry’s) e Mariana Bozesan (investidora em startups e filantropista), de acordo com o jornal britânico The Guadian.

“Mas temos dinheiro, muito. Dinheiro que é extremamente necessário agora e que vai continuar a ser necessário nos próximos anos, à medida que o mundo recupera desta crise. Hoje, nós, milionários que assinamos esta carta, pedimos aos nossos governos que subam os impostos sobre pessoas como nós. Imediatamente. Substancialmente. Permanentemente”, lê-se.

O grupo de milionários acredita que os efeitos da crise vão perdurar durante décadas, deixar milhares de pessoas em situação de pobreza e centenas de milhões vão ficar desempregadas. O grupo recorda ainda as crianças sem acesso aos recursos educativos e a falta de camas nos hospitais, máscaras e ventiladores.

“Os líderes dos Governos têm de assumir a responsabilidade de captar os fundos necessários e gastá-los de uma forma justa. Podemos assegurar que financiamos de forma adequada os nosso sistemas de saúde, educação e de segurança através de um aumento dos impostos permanente sobre as pessoas mais ricas do planeta, pessoas como nós”.

“Ao contrário de dezenas de milhões de pessoas por todo o mundo, não temos de nos preocupar com [a possibilidade] de perdermos o emprego, as nossas casas ou a nossa capacidade de sustentar as nossas famílias.Por isso, por favor. Tributem-nos. Tributem-nos. Tributem-nos. É a escolha certa. É a única escolha. A humanidade é mais importante que o nosso dinheiro”, rematam.

Para o grupo de 83 milionários, “é necessário reequilibrar o mundo antes que seja demasiado tarde”.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.