Logo paivense
Logo paivense

Tomás Correia “despede” ex-braço-direito da Mutualista Montepio

Mário Cruz / Lusa

Tomás Correia presidiu ao Montepio entre 2008 e 2015

Tomás Correia “despediu” José Almeida Serra, que durante mais de uma década foi o seu braço direito no grupo mutualista.

Esta terça-feira, o Público avança que Tomás Correia “despediu” José Almeida Serra, que foi seu braço direito no grupo mutualista durante mais de uma década. O matutino adianta que a iniciativa surge num contexto em que Almeida Serra, apoiante de uma das listas derrotadas, manifestou o “receio” de que a Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG) acabe por se transformar no “BES do Mutualismo”.

“Não posso deixar de lhe voltar a manifestar a minha mais profunda preocupação: muito desejaria que a Associação Mutualista não se transforme, como receio, no BES do Mutualismo”, foi um dos alertas deixados por Almeida Serra num email, a que o Público teve acesso.

A “demissão” de José Almeida Serra foi uma das primeiras decisões do presidente da AMMG após assumir o novo mandato. O ex-braço direito de Tomás Correia apoiou uma lista concorrente que acabou por perder nas eleições, acabando por determinar a sua saída da mutualista.

No email dirigido a Tomás Correia, Almeida Serra reiterou ainda que sai sem “certezas positivas quanto ao futuro”.

Espero não ter razão e que as minhas sucessivas chamadas de atenção, que a partir de determinado momento ficaram em ata, não passem de angústias de um qualquer ‘velho do Restelo’”, conclui.

Almeida Serra e Tomás Correia assumiram funções na instituição mutualista em 2014, quando entraram na gestão de José Silva Lopes. Em março de 2008, quando Tomás Correia substituiu Silva Lopes como presidente, Almeida Serra ocupou o lugar de número dois, função que desempenhou até 2015.

Fonte: ZAP