Logo paivense
Logo paivense

Universidade do Porto é a única portuguesa entre as 500 melhores do mundo

Manuel de Sousa / Wikimedia

Edifício da antiga Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, agora Reitoria da Universidade, na “Praça dos Leões”

A Universidade do Porto é a única portuguesa entre as 500 melhores instituições de Ensino Superior do mundo, segundo o ranking Times Higher Education (THE).

De acordo com o ranking da Times Higher Education (THE), citado pelo jornal Público, a Universidade do Porto é a única instituição portuguesa entre as 500 melhores do mundo, ocupando o 401.º lugar da lista.

Em relação ao ranking do ano passado, feito por esta publicação britânica especializada, a UP subiu um patamar (há um ano estava no intervalo 501-600). Além de ser a melhor classificada, a instituição portuense é também a única nacional que melhora a sua prestação em relação ao ano passado.

Segundo o diário, há outras 12 instituições portuguesas representadas, mas estão todas na segunda metade da tabela. Pela primeira vez constam nesta lista a Universidade Católica, o Instituto Politécnico do Porto e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (todas entre o 601.º e o 800.º lugar). Já a Universidade de Évora, que também faz a sua estreia neste ranking, surge no último intervalo, ou seja, no intervalo 801-1000.

As restantes oito universidades mantêm as mesmas posições do ano passado, escreve o Público. As Universidades de Aveiro, Coimbra, Lisboa e Nova de Lisboa estão entre os lugares 501 e 600. As Universidades do Algarve, Beira Interior, Minho e Instituto Universitário de Lisboa estão, por sua vez, no intervalo 601-800.

O jornal escreve que, desde o início da década, a prestação das universidades portuguesas tem vindo a piorar nesta publicação. Em 2011, Portugal tinha quatro universidades (Aveiro, Porto, Coimbra e a Nova de Lisboa) entre as 400 melhores e continuou a perder representantes nos anos seguintes.

A tabela continua a ser liderada pela Universidade de Oxford, que mantém o 1.º lugar, e a Universidade de Cambridge, que surge na posição seguinte, isto é, duas instituições britânicas. No entanto, o Reino Unido perdeu o estatuto de segundo país mais representado para o Japão.

Os EUA continuam a ser o país com mais universidades elencadas (172), estando sete no top 10 do ranking, entre as quais a Universidade de Stanford (3.º), o Instituto de Tecnologia do Massachusetts (4.º) e o Instituto de Tecnologia da Califórnia (5.º).

Fonte: ZAP