Logo paivense
Logo paivense

Ameaças de demissão em mais três hospitais por falta de médicos

A falta de médicos e de recursos leva os chefes de equipa dos hospitais de Faro, Vila Nova de Gaia e Vila Real a ameaçarem com a demissão, juntando-se ao protesto lançado no Hospital Amadora-Sintra.

A posição dos responsáveis das equipas médicas dos hospitais de Faro, Vila Nova de Gaia e Vila Real, que é reportada na edição impressa do Jornal de Notícias, é mais um alerta quanto às condições do Serviço Nacional de Saúde (SNS), designadamente devido à falta de médicos especializados, ao excesso de horas extraordinárias atribuídas a certos clínicos e à falta de recursos em geral.

O protesto destes três hospitais surge depois de médicos do serviço de obstetrícia e ginecologia do Hospital Amadora-Sintra terem ameaçado demitir-se, caso a administração não contrate mais especialistas, alegando que está em causa a segurança dos doentes críticos da unidade.

Protestos que reflectem a “degradação progressiva decorrente da não renovação das equipas” médicas nos hospitais, como denuncia o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, citado pelo JN.

“Os médicos estão fartos de que os seus lamentos caiam em saco roto“, afiança, por seu turno, Roque da Cunha, do Sindicato Independente dos Médicos, também em declarações ao mesmo jornal.

Fonte: ZAP