Logo paivense
Logo paivense

Governo quer pôr reclusos de todo o país a proteger a floresta

O secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, anuncia que o Governo pretende colocar reclusos de todos os estabelecimentos prisionais do país a receberem formação como sapadores florestais, para ajudarem a proteger a floresta.

Um anúncio feito por Miguel Freitas em declarações à TSF, dando nota da intenção de alargar a experiência-piloto que colocou 15 reclusos do estabelecimento prisional de Alcoentre a limparem a floresta.

Depois do sucesso daquela experiência, o objectivo é alargar a medida a todos os estabelecimentos prisionais do país, e que apresentem projectos nesse sentido.

Miguel Freitas revela na TSF que, em breve, se iniciará uma formação de 250 horas no estabelecimento prisional de Leiria, no sentido de qualificar os reclusos como sapadores florestais.

Este tipo de formação resulta de uma parceria do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF).

Os reclusos recebem conhecimentos em “todas as questões ligadas ao clima, a manutenção dos espaços florestais, a prevenção contra fogos, a utilização de instrumentos como a motoserra”, explica o secretário de Estado na TSF.

O que é certo é que os reclusos detidos por atearem incêndios nunca terão acesso a esta formação, garante Miguel Freitas.

Fonte: ZAP