Logo paivense
Logo paivense

Prisa conclui venda da totalidade da sua participação na Media Capital

O grupo espanhol concluiu, esta terça-feira, a venda da totalidade da sua participação na Media Capital, ao vender os restantes 21,2% que detinha na dona da TVI através da Vertix, por 12,1 milhões de euros.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Prisa informa que a Vertix, subsidiária detida pelo grupo espanhol, “concluiu na presente data a execução do processo de venda da sua participação (representativa de 64,47%)” na Media Capital.

“Nesta data foi concluída a venda de 21,2% da participação na Media Capital detida pela Vertix, que estava em andamento ontem [segunda-feira]”.

A operação “foi realizada através de transferências em bloco independentes de ações por um total de 12.117.127,78 euros – dos 36.850.047,74 euros” resultantes da venda da totalidade (64,47%) detida pela Vertix na Media Capital.

A Prisa refere que esta transação “é o culminar do processo de desinvestimento” do grupo no setor audiovisual, acrescenta.

Na segunda-feira, a Prisa tinha anunciado a concretização da venda de 43,27% da Media Capital por 24,7 milhões.

Com a concretização da venda, a Media Capital tem vindo a anunciar as participações de vários investidores, onde constam o grupo Triun, de Paulo Gaspar, filho do presidente da Lusiaves, que comprou 23% da empresa, na segunda-feira, mais 3% do que tinha sido anteriormente divulgado.

Também foi comunicado que a Biz Partners concretizou a compra de 11,9% da Media Capital, mas sem o grupo industrial Tensai na sua estrutura acionista, ao contrário do que tinha sido divulgado em setembro.

A sociedade é agora dominada pela Hiper Go, com 33,4% que “tem como beneficiário efetivo Miguel Maria Bragança Cunha Osório Araújo”, refere o comunicado enviado na segunda-feira.

Segue-se a IBG – International Business Group Portugal – SGPS, S.A. (Zona Franca da Madeira), a Castro Group, com 16,7%, a Capitais Privados (16,4%), a Regimidia, de Tony Carreira, com 8,3% e, com igual participação, a Benecar.

No dia 17 de setembro, em comunicado à CMVM, esta sociedade tinha como principal acionista, com 25%, a Tensai Indústria, que agora não aparece no grupo de acionistas da Biz Partners. De fora estão também as sociedades Pelican Score e Palpitevalor.

Esta terça-feira, a dona da TVI também anunciou que a Fitas & Essências, controlada por Stéphane Rodolphe Picciotto, já detém 3% da Media Capital, tal como a DoCasal Investimentos (DCI), da apresentadora Cristina Ferreira, com 2,5%.


Fonte: ZAP