Logo paivense
Logo paivense

Excrementos à porta: paivense pede ajuda. Diz ter sido ignorada pela Junta e Câmara Municipal

Desesperada, uma moradora de Oliveira do Arda pede ajuda para que a sua situação seja resolvida.

Falando em nome da família, Carla Natércia Almeida Soares Vieira diz que a situação é insustentável.

O núcleo familiar padece de vários problemas de saúde, além da irmã que tem graves problemas psicológicos,ambos os pais de Cristina desenvolveram problemas oncológicos. O pai veio a falecer faz já dois anos e já nessa altura o problema existia.

Segundo Cristina, a rua onde habita a mãe e irmã ( rua do Pensouro) está constantemente inundada por excrementos provenientes de um galinheiro que se situa um pouco acima da cota da rua. Quando chove a situação é pior.

Como a mãe precisa de tratamentos tem que percorrer aquela rua a pé já que a ambulância não consegue passar no caminho.

Cristina diz que já alertou tanto a Junta de freguesia como a Câmara Municipal, inclusive enviou fotos mas foi ignorada. É uma questão de saúde pública que necessita rápida resolução.

Últimas Notícias 

Redes social da paivense