Logo paivense
Logo paivense

A invasão portuguesa nas teledramaturgias brasileiras

Assim como José Fidalgo, intérprete do vilão de “Deus Salve o Rei’, outros lusitanos também se destacam nas tramas brasileiras

No ar, em ‘Deus Salve o Rei’, na pele de Constantino, José Fidalgo estreou na telinha brasileira com o pé direito, mas não ganhou fama da noite para o dia. O rapaz já é famoso na televisão portuguesa.

Intérprete do vilão – cúmplice e par romântico de Catarina (Bruna Marquezine) -, Fidalgo nasceu em Lisboa, tem 38 anos, e é considerado referência de beleza em seu país. Uma de suas paixões confessas são as motocicletas!

Divorciado de Fernanda de Oliveira, o ator tem dois filhos, Lourenço, de sete anos, e Maria, de três. Ambos moram em Portugal.

Apesar de estrear na TV brasileira com “Deus Salve o Rei”, José Fidalgo iniciou sua carreira em novelas em 2002. Como ator, ganhou destaque com “Rosa e Fogo”, em 2011. O artista também interpretou Manuel Paiva, o protagonista de “Amor Maior”, exibida até setembro pela emissora SIC em Portugal.

Além de ator e modelo, ele é embaixador da campanha #ElesPorElas em Portugal, feita pela ONU Mulheres para incentivar a igualdade de gênero.

Assim como Fidalgo, outros lusitanos também chegaram com tudo. Vamos relembrar, a partir de agora, outros astros portugueses que atuaram nas novelas do Brasil desde 1970.

PEDRO CARVALHO

Podemos começar falando do jovem ator português Pedro Carvalho, que chegou em cena brasileira arrancando suspiros do público ao aparecer sem camisa em diversas cenas no papel de Miguel, um dos protagonistas de “Escrava mãe”, da Record TV. Atualmente, vive o personagem Amaro, em ‘O Outro Lado do Paraíso’, em que faz par romântico da atriz com nanismo, Juliana Caldas, que vive a personagem Estela.

RICARDO PEREIRA

Outro que chegou de mansinho foi o ator Ricardo Pereira, em 2004, na trama das 18h, na Globo, “Como uma Onda”. Depois vieram outras produções brasileiras, como “Pé na Jaca” (2006, 19h), “Negócio da China” (2008, 18h) e a mais recente, “Insensato Coração” (2011, 21h) – todas na Rede Globo. Também participou de episódios de “Toma Lá Dá Cá” (2009) e “A Vida Alheia” (2010), e da novela “Prova de Amor” (Record, 2005). Em 2011, o ator atuou em “Insensato coração”.

Ricardo também arrasou na pele do militar Tolentino de “Liberdade, liberdade” (2016), na pele do militar Tolentino, e entrou para a história da televisão brasileira ao protagonizar, ao lado de Caio Blat, a primeira cena de sexo entre dois homens da televisão aberta.

_______________________________________________________________________

Clique na mão abaixo e dê um like em nossa página:

Já conheces a revista digital Live News do grupo MF Press Global?