Logo paivense
Logo paivense

Portugal no top 10 dos países europeus com mais casos por 100 mil habitantes

De acordo com os novos dados do Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças (ECDC) relativos aos últimos 14 dias, Portugal é o oitavo país da Europa com mais casos por cada 100 mil habitantes, passando à frente de países como Itália, Espanha e Bélgica. Quanto ao número de óbitos, Portugal fica em 14º no número de mortes por cada 100 mil habitantes.

Em proporção, o cenário da evolução da pandemia em Portugal é mais preocupante do que em muitos dos países mais afetados pela Covid-19 a nível europeu. Os dados do ECDC revelados no início desta semana, com referência aos últimos 14 dias (até 23 de novembro), mostram que Portugal é um dos países da Europa com maior número de casos por cada 100 mil habitantes.

Nos últimos 14 dias, Portugal registou, em média, 792.4 casos por cada 100 mil habitantes, um valor que fica à frente do que foi registado por países mais fustigados ou onde a pandemia tem sido evoluído de forma preocupante, como Itália, Suécia, França, Espanha, Reino Unido ou Bélgica.

À frente de Portugal apenas outros sete países: Luxemburgo, Áustria, Eslovénia, Croácia, Liechtenstein, Polónia e Lituânia. No fim da tabela surgem ilhas ou países nórdicos, nomeadamente a Noruega, Irlanda, Finlândia e Islândia, este último apenas com 55.7 casos com cada 100 mil habitantes.

Já em relação aos óbitos, Portugal desce algumas posições e surge em 14º no número de mortos por cada 100 mil habitantes (9.7 mortes). Neste ponto específico quem lidera é a República Checa, seguida da Bélgica, Bulgária, Polónia, Hungria e Itália.

Ainda assim, Portugal surge à frente de outros países onde a pandemia mais tem saturado os sistemas de saúde, desde logo do Reino Unido ou da vizinha Espanha.

Fora desta zona central, a região Norte de Portugal é uma das poucas que atinge estes valores. Nas últimas semanas, a região Norte tem sido nas últimas semanas a mais fustigada do país, com os máximos que se registam também nos países mais afetados na Europa.

Mas o mapa revela que a região Norte é também a que apresenta, neste momento, o pior cenário de toda a Península Ibérica no que respeita ao número de casos confirmados em proporção.

Das restantes regiões de Portugal, Lisboa e Vale do Tejo é a segunda mais afetada, tendo entre 480 e 959.9 casos confirmados em cada 100 mil habitantes, estando no mesmo patamar que praticamente todas as regiões do território espanhol, por exemplo.

Olhando para o Norte da Europa, destaque para a Finlândia, que teve nos últimos 14 dias uma evolução residual da pandemia, registando menos de 20.0 casos por cada 100 mil habitantes em grande parte do território.