Logo paivense
Logo paivense

Apenas 40% das empresas têm um site em Portugal. E na sua região?

Numa altura em que se fala na possibilidade de a Google, entre outras empresas de alto reconhecimento mundial, se instalarem em território português, importa reconhecer o nível de avanço tecnológico no país. Segundo o site de estatísticas PORDATA, em 2017 apenas 60% das empresas não possuíam um site.

Há, de facto, um crescimento constante da aposta das empresas em criarem uma montra online para mostrarem ao seu público os seus produtos e serviços. Recorde-se que, em 2003, apenas 11% das empresas possuíam este tipo de ferramentas.

A internet é um fenómeno que alcança cada vez mais a sociedade. Hoje em dia, o mundo conecta-se através da utilização de mecanismos online. Com esta evolução chegaram novas estratégias de Marketing e até novas profissões que se dedicam à vitrina online das empresas.

No caso da região de Castelo de Paiva, foi feito um levantamento (aleatório) no que concerne a empresas locais, bem como confirmada a presença de um site nessas empresas. Das 10 empresas analisadas, apenas se constatou a existência de três delas com site: a Academia de Música de Castelo de Paiva; Centro de Estudos Saber+, Quinta do Outeiro de Bairros.

Em contrapartida, todas as empresas escolhidas para análise criaram uma página de facebook para marcarem presença na internet.

Mas há vantagens em alinhas na tecnologia?

No caso das empresas, mais propriamente na sua estratégia de Marketing, um estudo da Revista de Administração da UNIFATEA (2009):

“O usuário de internet pode tornar-se um consumidor facilmente, pois pode a qualquer momento acessar a página eletrónica de determinada empresa através de sites de busca ou comparadores de preço
e realizar uma compra. Segundo pesquisa, 45% das pessoas que utilizaram à internet declararam ter
realizado pesquisas de preço de produtos ou serviço em 2007. Nas classes sociais e faixas de renda mais
altas esta tendência é maior, como por exemplo, na classe A 82% dos consumidores verificam informações
na internet sobre o produto ou serviço antes de realizar qualquer compra, seja ela em loja física ou
virtual” (Pereira, 2009) 

O mesmo estudo defende que os consumidores na internet são influenciados pelo: ambiente de compra, tecnologia relevante, logística e ações controladas pelo vendedor. É nesta perspetiva que se torna fulcral que um proprietário de um comércio/serviço possua tecnologia relevante, bem como que controle as ações, algo facilitado através da criação de estratégias de Marketing digital.

Mas como criar um site?

Há empresas em Portugal que se dedicam ao estudo de mercado e à implementação de plataformas digitais a fim de alcançarem o consumidor final.

MF Global Press: esta empresa cria sites por apenas 99 euros. Tem pontos de atuação em diferentes países como Chile, Brasil, e agora Portugal. Fazem trabalho de assessoria de imprensa, criação de imagem de artistas e profissionais, através do Marketing, criando uma imagem apelativa e credível da empresa.

Marketing 360º: Destina-se ao desenvolvimento de estratégias de marketing e publicidade. Nasceram em 2001 e ao longo de 16 anos de experiência, trabalham para pequenos e grandes clientes, campanhas de notoriedade e de geração de leads.

10.Digital: Desenham uma estratégia que coloque todos os seus ativos online a trabalhar em conjunto para os seus objetivos, através de dados recolhidos anteriormente.

LEIA MAIS:

ALERTA: Mulher de 50 anos atropelada em Souselo por Moto-Quatro