Logo paivense
Logo paivense

Arouca mais pragmático vence Sporting B e ‘salta’ para o comando da II Liga

Uma vitória por 2-0, em casa do Sporting B, permitiu hoje ao Arouca assumir, provisoriamente, o comando da II Liga de futebol, após o primeiro jogo da 27.ª jornada.

Uma oportuna cabeçada de Barnes, aos 24 minutos, e uma grande penalidade apontada pelo capitão Nuno Coelho já em período de descontos (90+6), resultaram no triunfo do Arouca, que agora soma 46 pontos no topo da tabela, com mais um ponto do que o Santa Clara e dois do que a Académica, que têm menos um jogo disputado.

O Sporting B ocupa o 15.º lugar, com 31 pontos, e já não vence desde o dia 29 de janeiro, data em que superou em casa o Real Massamá por 2-1, somando, depois disso, dois empates e três desaires, que o deixam dois pontos acima da zona de despromoção.

O Arouca abriu o marcador aos 24 minutos, pelo avançado ganês Barnes, que correspondeu com um bom golpe de cabeça a um cruzamento na esquerda de Vítor Costa, num lance em que o guarda-redes ‘leonino’ Stojkovic ‘facilitou’, ao embrulhar-se com a bola.

Em desvantagem, o Sporting B reagiu e, numa descida pela direita, Tiago Djaló cruzou rasteiro para o avançado Ronaldo Tavares, que acabou por tocar o esférico pela linha de fundo, à passagem dos 30 minutos.

O jogo ‘abriu’, entrou num ritmo mais vivo e, logo de seguida, foi a vez de Roberto, o avançado mais adiantado do Arouca, rematar com perigo contra um defesa leonino.

Tiago Djaló, muito inseguro, colocou em perigo as redes leoninas, com um atraso de bola despropositado para Stojkovic que poderia ter resultado em golo.

Mesmo a acabar a primeira parte, Roberto teve nos pés a oportunidade de fazer o 2-0, mas o remate saiu fraco e à figura de Stojkovic.

A equipa arouquense justificou a escassa vantagem verificada ao intervalo, já que foi o conjunto mais objetivo e assertivo sobre o relvado.

Com o objetivo de acabar com o ‘marasmo’ e espevitar a sua equipa, Luís Martins, técnico ‘leonino’, lançou em campo, aos 56 minutos, Abdu Conté e Ricardo Almeida, respetivamente para as posições de Bubacar Djaló e Paulinho.

Aos 68 minutos, Ricardo Almeida ‘disparou’ ao poste esquerdo da baliza defendida pelo guarda-redes do Arouca, Bracali.

Os leões tentavam evitar mais um desaire em casa, com sucessivos pontapés de canto, mas o Arouca ia aguentando a grande pressão sportinguista e acabou mesmo por criar as melhores hipóteses de golo, uma das quais por Roberto, que, aos 87 minutos, atirou por cima.

O conjunto forasteiro acabou por fazer o 2-0, na conversão de uma grande penalidade pelo capitão Nuno Coelho, a sancionar derrube sobre Vítor Costa já dentro da área e em período de compensações (90+6).

Jogo realizado no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

Sporting B – Arouca: 0-2.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Barnes, 24 minutos

0-2, Nuno Coelho, 90+6 (grande penalidade)

Equipas:

– Sporting B: Vladimir Stojkovic, Tiago Djaló, Merih Demiral, Ivanildo Fernandes, David Sualehe (Pedro Marques, 65), Bubacar Djaló (Abdu Conté, 56), Paulinho (Ricardo Almeida, 56), Rafael Barbosa, Pedro Delgado, Ary Papel e Ronaldo Tavares.

(Suplentes: Diogo Sousa, Filipe Ribeiro, Guilherme Ramos, Abdu Conté, Bruno Paz, Pedro Marques e Ricardo Almeida).

Treinador: Luís Martins

– Arouca: Rafael Bracali, João Amorim, Deyvison, Nuno Coelho, Vítor Costa, Victor Massaia, Bruno Alves (Nuno Valente, 82), Aleks Palocevic, Ernest Ohemeng (Andre Bukia, 64), Barnes (Jefre Vargas, 89) e Roberto.

(Suplentes: Gabriel Gasparotto, Benny, Jefre Vargas, Nuno Valente, Rui Areias, Bertaccini e André Bukia).

Treinador: Miguel Leal

Árbitro: Daniel Cardoso (AF Aveiro).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Pedro Delgado (30 minutos), Deyvison (38), Victor Massaia (67), Rafael Bracali (68), Andre Bukia (77), Nuno Valente (85), Rafael Barbosa (90+2).

Assistência: cerca de 450 espetadores.