Logo paivense
Logo paivense

Varzim soma terceira vitória seguida e impede Arouca de liderar

O Varzim somou hoje a terceira vitória consecutiva, ao vencer em casa do Arouca por 2-1, na 26.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, numa reviravolta que impediu os arouquenses de ascenderem ao primeiro lugar.

O Arouca adiantou-se no marcador através de uma grande penalidade convertida pelo ‘capitão’ Nuno Coelho, aos 28 minutos, mas, no segundo tempo, um golaço do recém-entrado Buba, aos 69, ajudou os poveiros a fazer a ‘cambalhota’ no marcador, consumada sete minutos depois, com o golo de Stanley.

Com a possibilidade de uma liderança provisória, o Arouca entrou em campo a passar dificuldades, com Bracali a evitar o golo poveiro por duas ocasiões, primeiro num remate de Stanley e depois numa grande defesa com a ponta dos dedos à tentativa de Rui Coentrão.

Pelo meio, Roberto ainda ficou perto de festejar para os arouquenses, depois de um excelente trabalho dentro da área a fintar dois defesas, antes de rematar de ângulo apertado para defesa de Paulo Vítor.

Aos 26 minutos, Bruno Esteves viu motivos para assinalar uma grande penalidade a favor do Arouca, que o ‘capitão’ Nuno Coelho não desperdiçou, atirando colocado, com o esférico ainda a bater no poste antes de entrar.

Depois de estar em desvantagem, o Varzim começou a dominar o jogo e Miguel Leal optou por segurar o meio-campo, retirando Palocevic do relvado para a entrada de Massaia, ainda antes do intervalo.

No segundo tempo, continuou a ‘avalanche’ dos poveiros, com o ‘guardião’ arouquense a protagonizar mais uma enorme defesa, depois de um canto levantado por Mário Sérgio, que encontrou o cabeceamento fortíssimo de Luíz Alberto.

Porém, apenas cinco minutos mais tarde, nenhum guarda-redes do mundo poderia ter evitado o momento de ‘magia’ de Buba. À entrada da área, o avançado brasileiro levantou a bola e, à meia volta, ‘disparou’ a meia altura com a bola encaixar no ângulo superior da baliza de Bracali.

Sete minutos depois, Bracali desviou o livre de Luíz Alberto por cima da trave e, na cobrança do respetivo canto, Mário Sérgio cruzou para o primeiro poste, onde surgiu de rompante Stanley a materializar a reviravolta no marcador.

Ainda antes de terminar, aos 81 minutos, o Varzim podia ter aumentado, num contra-ataque conduzido por Rúben Macedo e continuado por Stanley, que furou por entre a defesa e apareceu na cara de Bracali, com o ‘guardião’ novamente em grande plano.

Jogo no Estádio Municipal de Arouca.

Arouca – Varzim, 1-2.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Nuno Coelho, 28 minutos.

1-1, Buba, 69.

1-2, Stanley, 76.

Equipas:

– Arouca: Bracali, João Amorim, Nuno Coelho, Deyvison, Vítor Costa, Ericson, Bruno Alves (Areias, 72), Palocevic (Massaia, 39), Barnes, Roberto e Bukia (Erick Salles, 62).

(Suplentes: Gasparotto, Nuno Valente, Ernest, Areias, Erick Salles, Lúcio Maranhão e Massaia).

Treinador: Miguel Leal.

– Varzim: Paulo Vítor, Mário Sérgio, Jeferson, Nélson Agra, Rui Coentrão, Ruan Teles (Buba, 64), Luíz Alberto, Nelsinho, Rúben Macedo, Malele (Tiago Valente, 85) e Stanley (Baba Seck, 90).

(Suplentes: Paulo Cunha, Tiago Valente, Sandro, Buba, Baba Seck, Jean e Fábio).

Treinador: Nuno Capucho.

Árbitro: Bruno Esteves (AF Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nuno Coelho (12), Nelson Agra (26), Ruben Macedo (31), Ericson (74), Luíz Alberto (80 e 90+4), Malele (84), Barnes (84) e Baba Seck (90). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Luíz Alberto (90+4).

Assistência: Cerca de 1.300 espetadores.